Artes e acabamentos


Tenho um encantamento pelos ambientes claros e iluminados. As sugestões de Provence com seus brancos românticos e a natureza colorida dão um charme especial na decoração e remetem ao descanso do corpo e ao resgate de nossa paz interior.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

PORTA TRECO/CANETAS

 Uma sugestão incrível A latinha de metal recebeu uma juta bem colada. Depois uma borda com flores de tecido, de fita ou papel. Pode ser inclusive outra colagem qualquer nessa borda. Um lacinho para arrematar e pronto! Uma peça super delicada e útil! 

CARIMBO COM FOLHAS

Vejam que bela sugestão. Muito fácil de fazer e com um resultado surpreendente. A base pode ser uma tela, papel ou tecido e ainda madeira. Vamos tentar? 



CASTIÇAL DOURADO FICOU BRANCO


Ando transformando algumas elementos dourados para trazer um olhar mais despojado na decoração. Entrou nessa possibilidade esse castiçal. 




Passei um esmalte branco a base de água e desgastei algumas bordas. Assim ganhei uma peça nova...prometo recolocar uma vela mais bonitinha.....





PAINEL ABSTRATO 1,40 X 0,80


Eu tinha o chassi e a lona então montei o painel.



Tudo pronto então vamos colorir! O cliente me deu a sugestão e pintei com tinta acrílica.








MESA MEXICANA

A mesinha  tava caidinha, tosca, sem pintura, precisando de um tapa ..rsrs . Tinha visto essa imagem de pássaros num potinho de porcelana mexicano e fui ao trabalho.
 Dei uma boa limpada e lixada na mesa e mandei um branco latex mesmo, 3 demãos. Depois uma boa lixada pra ficar tudo lisinho. Marquei os pontos da imagem e fui logo pintando. Usei tintas acrílicas para o colorido.

Esse colorido dos mexicanos é bem interessante e as figuras locais do folclore também são marcantes. Fiz um esponjadinho leve nas pernas, colori a parte de baixo de verde. Quanta diferença daquela mesinha sem vida...



PORTA RETRATO RENOVADO

Sabe aquela peça que tá ali há tanto tempo, ficou desbotada e você adora!?  Então essa mesmo, dei uma melhorada no visual dela... Parece pouco mas depois de uma boa limpeza, retirar sujeira, gorduras dadas pelo tempo, uma repintura nas áreas mais maltratadas, de forma suave, só cobrindo as imperfeições e pronto. Assim o porta-retrato ressurgiu, clarinho e suave na mesinha. 



MOLDURA NOVA - REFORMADA



Esse quadro, com vidro é uma imagem impressa, muito antiga, coisas de família e não poderia deixar no abandono...nossa e tava mesmo bem degradada... Retirei todas as peças, a estampa, o paspatur, o fundo e a moldura....tudo mesmo. Limpei tudo muito bem, repintei todos os papéis, claro menos a estampa, selei tudo. Apliquei branco e desgastei a moldura coloquei tudo no lugar e já pendurei num lugarzinho na sala. Agora está aqui para vocês apreciarem!!!



MESINHA DE CANTO NA MADEIRA

Mesa já limpa com uma demão de seladora. Em seguida passei cera em pasta. Ela ficou assim mesmo mostrando a beleza da madeira.

  A imagem abaixo é da peça ainda sem limpeza. Tinha cera betumada pela peça toda. Usei aguaras e lixadeira até encontrar veios mais limpos e cores mais claras.






POTE VERDE QUE FICOU BRANCO!


O garrafão foi cortado e virou um pote. Tampa de madeira e floral em biscuit. Ficou lindo, mas o tempo passou, aliás muito tempo se passou coisa de 20 anos.
Ahhh...mudei ele!
        
Apliquei esmalte branco sujinho, 3 demãos para ficar bem coberto e desgastei nas curvas e pontas das flores. Fiz o mesmo com a tampinha e nela ainda enrosquei um botãozinho porcelanizado no mesmo tom branco.

Amo esse pote fofo. As vezes ele vira vaso também!
                           
                                  

CADEIRA DECUPADA





Assim ficou finalizada a cadeira com acabamento em decupage com recortes coloridos de revistas de turismo e de folhas em preto e branco de livro






Depois de preparar a base, deixei a madeira lixada e depois apliquei uma demão de tinta acrílica fosca. Poderia ser látex. Importante que não seja tinta resinada pois dificulta a colagem do papel.  Usei cola branca pva pouco diluída para a colagem. Aparei as sobras do papel com estilete e depois lixei esses cantinhos e também sobre o papel com lixa bem fina. Assim toda a superfície ficou lisa. 




E
Apliquei  duas demãos leves de osmocolor natural. Esse acabamento era o que eu tinha poderia ser outro verniz. Esse osmocolor, apesar de natural deixa meio amarelado como eu gostaria. Toda a superfície ganhou um tom envelhecido. Vejam a diferença na imagem acima e embaixo, no detalhe. Parte com e parte sem o verniz.